home wpp shit minha ♥
Everything
Aprendi que as pessoas não são livros, onde você pode colocar um marcador e voltar para mesma página quando se sentir sozinho, em uma dessas noites frias, em que você precisa de palavras que aqueçam sua solidão. (Sean Wilhelm)
1/600 »
THEME BY SUFOCA-DO
Alguém vai terminar chorando. Provavelmente eu.

Salém. (via romeuemcrise)


Quem é feliz não conta, não espalha, não grita aos quatro cantos. Quem é feliz, satisfaze-se por ser. E sabe que felicidade anda coladinha na inveja. Quem é feliz não precisa provar nada, simplesmente é. As pessoas felizes demais nunca me passaram confiança. Essa coisa de que a vida é uma festa e não existe nada errado, não me brilha aos olhos. Feliz é quem conhece o lado ruim e o respeita. Feliz é quem já foi infeliz. Somente quem já foi infeliz pode entender que a tristeza traz um punhado muito bom de aprendizados. Felicidade não é sobre quem grita mais alto; é sobre quem sorri mais fundo.

Clarissa Corrêa.  (via animicida)


Eu quero nós. Mais nós. Grudados. Enrolados. Amarrados. Jogados no tapete da sala. Nós que não atam nem desatam. Eu quero pouco e quero mais. Quero você. Quero eu. Quero domingos de manhã. Quero cama desarrumada, lençol, café e travesseiro. Quero seu beijo. Quero seu cheiro. Quero aquele olhar que não cansa.

Caio Fernando Abreu.  (via reinversos)


Uma flor nasceu na rua! Passem de longe, bondes, ônibus, rio de aço do tráfego. Uma flor ainda desbotada ilude a polícia, rompe o asfalto. Façam completo silêncio, paralisem os negócios. Garanto que uma flor nasceu. Sua cor não se percebe, suas pétalas não se abrem, seu nome não está nos livros. É feia. Mas é realmente uma flor. Sento-me no chão da capital do país às cinco horas da tarde e lentamente passo a mão nessa forma insegura. Do lado das montanhas, nuvens maciças avolumam-se. Pequenos pontos brancos movem-se no mar, galinhas em pânico. É feia. Mas é uma flor. Furou o asfalto, o tédio, o nojo e o ódio.

Carlos Drummond de Andrade.  (via poetaciumenta)


Eu moro em mim mesmo. Não faz mal que o quarto seja pequeno. É bom, assim tenho menos lugares para perder as minhas coisas

Mário Quintana.  (via recordo-me)


sou egoísta:
faço por mim mesmo
para salvar o que restou de
mim.

Bukowski.   (via torporizar)


Como um pássaro, queria voar, para um lugar que não soubesse como voltar, para um solitário além, além deste monte de desdém, um lugar onde tivesse apenas um alguém, com quem passaria as tardes em uma varanda, e veriamos o por-do-sol na praia.

Entrevejas. (via defeiitos)